domingo, 20 de janeiro de 2019

Cotidiano - Coisas invisíveis

Olá,

 “Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade se estendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas.” 
Paulo (Romanos, 1:20) 

O espetáculo da Criação Universal é a mais forte de todas as manifestações contra o materialismo negativista, filho da ignorância ou da insensatez.
São as coisas criadas que falam mais justamente da natureza invisível.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Vigilância - A prece recompõe

Olá,

 “E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos.” (Atos, 4:31) 

Na construção de simples casa de pedra, há que despender longo esforço para ajustar ambiente próprio, removendo óbices, eliminando asperezas e melhorando a paisagem.
 Quando não é necessário acertar o solo rugoso, é preciso, muitas vezes, aterrar o chão, formando leito seguro, à base forte.
Instrumentos variados movimentam-se, metódicos, no trabalho renovador.
 Assim também na esfera de cogitações de ordem espiritual. Na edificação da

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Analisar - Purifiquemo-nos

Olá,

 “De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra.” Paulo (II Timóteo 2:21) 

Em cada dia de luta, é indispensável atentar para a utilização do vaso de nossas possibilidades individuais.
 Na Terra, onde a maioria das almas encarnadas dorme ainda o sono da indiferença, é mais que necessária a vigilância do trabalhador de Jesus, nesse particular.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Cotidianno - Três imperativos

Olá,

 “E eu vos digo a vós: pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.” 
Jesus (Lucas, 11:9)

Pedi, buscai, batei...
Estes três imperativos da recomendação de Jesus não foram enunciados sem um sentido especial.
 No emaranhado de lutas e débitos da experiência terrestre, é imprescindível que o homem aprenda a pedir caminhos de libertação da antiga cadeia de convenções sufocantes, preconceitos estéreis, dedicações vazias e hábitos cristalizados.

domingo, 13 de janeiro de 2019

Vigilânncia - ALEGRIA CRISTÃ

Olá,

 “Mas a vossa tristeza se converterá em alegria.” Jesus (JOÃO, 16: 20) 

Nas horas que precederam a agonia da cruz, os discípulos não conseguiam disfarçar a dor, o desapontamento. Estavam tristes.
 Como pessoas humanas, não entendiam outras vitórias que não fossem as da Terra.
 Mas Jesus, com vigorosa serenidade, exortavaos:
“Na verdade, na verdade, vos digo que vós chorareis e vos lamentareis; o mundo se alegrará e vós estareis tristes, mas a vossa tristeza se conver ter á em alegria.”

sábado, 12 de janeiro de 2019

Evangelho - PAZ

Olá,

 “Disse-lhes, pois, Jesus, outra vez: Paz seja convosco.” (JOÃO, 20: 21) 

Muita gente inquieta, examinando o intercâmbio entre os novos discípulos do Evangelho e os desencarnados, interroga, ansiosamente, pelas possibilidades da colaboração espiritual, junto às atividades humanas.
Por que razão os emissários do invisível não proporcionam descobertas sensacionais ao mundo?
Por que não revelam os processos de cura das moléstias que desafiam a Ciência?

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Evangelho - Em meio de lobos

Olá,

 “Ide! Eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos.” Jesus (Lucas, 10:3.)

 Naturalmente Jesus, em pronunciando semelhante recomendação, reportava-se a cordeiros fortes que conseguissem respirar em plano superior aos lobos vorazes.
Seria razoável enviar ovelhas frágeis a bestas violentas?
Seria o mesmo que ajudar a carnificina.
O Mestre, indubitavelmente, desejava as qualidades de ternura e

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Vigilância - Capacete da esperança

Olá,

 “Tendo por capacete a esperança na salvação.” 
 Paulo. (1ª Epístola aos Tessalonicenses, 5:8.)

 O capacete é a defesa da cabeça em que a vida situa a sede de manifestação do pensamento e Paulo não podia lembrar outro símbolo mais adequado à vestidura do cérebro cristão, além do capacete da esperança na salvação.
Se o sentimento, muitas vezes, está sujeito aos ataques da cólera violenta, o raciocínio, em muitas ocasiões, sofre o assédio do desânimo, à frente da luta pela vitória do bem, que não pode esmorecer em tempo algum.
Raios anestesiantes são desfechados sobre o ânimo dos aprendizes por todas as forças contrárias ao Evangelho salvador.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Cotidiano - ACHAREMOS SEMPRE

Olá,

 “Porque qualquer que pede, recebe; e quem busca, acha.” Jesus (LUCAS, 11: 10) 

Ao experimentar o crente a necessidade de alguma coisa, recorda maquinalmente a promessa do Mestre, quando assegurou resposta adequada a qualquer que pedir.
Importa, contudo, saber o que procuramos.
 Naturalmente, receberemos sempre, mas é imprescindível conhecer o objeto de nossa solicitação. Asseverou Jesus: “Quem busca, acha.”

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Annalisar - Aprendamos a agradecer

Olá,

 “Em tudo dai graças.” – Paulo, (1ª Epístola aos Tessalonicenses, 5:18.) 

Saibamos agradecer as dádivas que o Senhor nos concede cada dia:
 - a largueza da vida;
 - o ar abundante;
- a graça da locomoção;
 - a faculdade do raciocínio,
- a fulguração da idéia;
 - a alegria de ver;